sexta-feira, 23 de julho de 2010

Bem ditas sejam as palavras!


Ele disse:

— Sei que você jamais conseguirá se desfazer do amor que sente por mim, um amor tão grande não acaba assim, pertencemos um ao outro para sempre, como raiz e semente.

Malditas palavras mal ditas!

Ela o olhou no fundo dos olhos — ele havia dito que só acreditaria na instabilidade ou possível fim do seu amor, se ela falasse olhando nos seus olhos — e respondeu com toda a serenidade do mundo, coisa que pensou que jamais conseguiria:

— Eu te amo, mas já não estou feliz e o meu coração já não dispara quando estou perto de você e as estrelas somem quando eu te vejo e se escondem quando eu te beijo.

Malditas palavras bem ditas!

Ele a olhou com os olhos rasos d’àgua, ainda não acreditando no que ouvia, e disse com a voz trêmula e o coração nas mãos:

— Mas eu te amo tanto e não quero te perder, não conseguiria viver, seria como viver faltando um pedaço meu. Preciso do seu laço, do seu abraço.

Benditas palavras mal ditas!

Mas, dessa vez, ela não se deixou levar pelas palavras suculentas dele, já estava decidida, ela e o seu coração. Este doía muito nessa hora e batia descompassadamente, mas ela não suportava mais aquilo. E, cheia de certeza, apesar de não ter pensado direito na dor que vinha pela frente — ela acreditava que não poderia ser maior do que a que ela já carregava e pesava tanto — disse as três palavrinhas certeiras e fatais:

— Pra mim chega!

Benditas palavras bem ditas!

[E respondendo aos tantos que perguntaram como ela conseguiu abrir mão de um amor tão grande: ela não abriu mão do amor por ele, abriu os dois braços ao amor por ela.]

14 comentários:

  1. Benditas sejam as suas palavras que sempre me fazem bem, mesmo quando elas trazem um pouquinho de dor embutidas, ainda assim há leveza!
    E que o seu amor nunca fique pelo mal dito!
    Um abraço apertado!

    ResponderExcluir
  2. Quando o amor deixa de ser bendito, o melhor é dizer bem dito que acabou.
    Benditas palavras! Beijokas

    ResponderExcluir
  3. Que belas palavras, querida Pérola!!

    beijoo, flor :*

    ResponderExcluir
  4. Belíssima Pérola, lindas palavras,
    bem ditas foram elas.

    Beijão querida e obrigado pelo carinho sempre!

    ResponderExcluir
  5. Parece muito comigo este texto, eu também bem disse, sofri muito, mas muito menos.
    Bendita sejas tu entre as palavras!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  6. Adorei suas palavras, parece que foram escritas pensando em mim.
    Estou seguindo. beijos

    ResponderExcluir
  7. Gente, foi muito o que senti. Foi muito o que eu disse e ouvi.

    Hoje estou naquilo de "Benditas palavras bem ditas!"


    Abraço meu.

    ResponderExcluir
  8. Lindo por aqui...
    Voltarei!

    PS: É muito bem vinda nos meus rastros...

    ResponderExcluir
  9. .

    Bonita,

    gostei muito bem gostado daqui!

    te deixo sorrisos!


    *

    ResponderExcluir
  10. que bonito ler voce.
    Muito bom teu blog.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  11. Que tal a gente arfar os vazios e voar bem alto, lá onde os pássaros se encontram?

    A gente se vê no ar


    beijo meu

    ResponderExcluir
  12. Lindamente escrito.
    Obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
  13. Benditas as palavras de todos vocês!
    Obrigada pelo carinho!

    ResponderExcluir

Solte suas linhas!

Postagens Recentes Postagens Antigas Inicio